sábado, maio 22, 2004

Partidos!

Alguém que me é muito querido, diz-me frequentemente: "Eu não gosto de partidos, só deles inteiros!"
Ao observar partes do congresso do PSD e verificar as criticas constantes ao PS, lembro das lutas entre mim e o meu irmão, quando éramos crianças. Corríamos para a nossa mãe, dizendo:
- A culpa foi tu!
- não, a culpa foi tua!
E assim sucessivamente até a mãe pôr os dois de castigo! Será que não há por aí uma mãe que posso pôr estes partidos de castigo! Se Portugal está como está, será que a culpa não é de todos um pouco e que em vez de acusar, está na hora de trabalhar! Se em vez de estarmos um dia inteiro a ver o casamento ali do lado, meditássemos em maneiras de fazer Portugal avançar, seria sem dúvida mais produtivo!