segunda-feira, setembro 12, 2005

Estou farta desta cidadezinha!

Não da solidária, mas da de betão. Falta cerca de um mês para as autárquicas e não acho que hajam candidatos elegíveis.

Por um lado temos um presidente, que ao contrário do afirmado, tem feito por esta terra. Quando saí há dez anos isto era bem mais pequenino, com muitas menos oportunidades. No entanto, acredito na necessidade de renovação partidária. Não necessariamente pelos actores do costume.

Por outro lado, um cidadão com currículo impecável mas que não consigo visualizar como presidente.

Leio bate-bocas, vejo criticas mas ninguém me mostra alternativas. Não é apontando o que está mal que se mostra o que poderá fazer bem.

Além disso, Política não presta. Valores mais altos existem e ninguém fala deles. Estou absolutamente farta e considero todo o dinheiro gasto nesta campanha em placas e em almoçaradas um autêntico atentado à altura de limitações que deveríamos impôr a nós próprios.

Vou votar como voto sempre. Exercer o meu direito,não por vontado mas por uma questão moral. Se tantos lutaram para que eu pudesse fazê-lo, seria um atentado às suas memórias não o fazer.

Espero apenas que esta campanha suba de nível...

A única pena é ter amigos em ambas as fileiras. Devia haver uma terceira via - a vencedora. Porque será que o Bloco de Esquerda não teve direito a candidato?